FANDOM


No dia 8.4.2010 pelas 17h fiz o troço Campo Grande -> Rotunda do Relógio pela ciclovia do Campo Grande. Deixo aqui fica o meu registo e algumas sugestões.


Logo ao início somos brindados com dois belos caixotes de lixo colocados na ciclovia. Provavelmente alguém com falta de bom senso resolveu deixá-los ali nesse dia (quero acreditar que não é uma situação permanente).

IMG 1126



Mais à frente encontramos mais lixo a invadir a ciclovia.

Sugestão (para o bem estar de todos!): tirar o raio dos ecopontos dali e coloca-los em algum lugar que incomode menos. Que péssimo lugar para se pôr um ecoponto...

IMG 1127



Conflito com as paragens de autocarro do Hospital Júlio de Matos. É em pontos como este que se percebe o erro de ter roubado o passeio para se fazer a ciclovia. É de prever acidentes nesta zona entre ciclistas e peões porque o ciclista não quer parar a sua marcha (depois de já ter sido obrigado a fazê-lo várias vezes até aqui) e tenta prosseguir reduzindo a velocidade e contornando as pessoas que esperam na paragem. É natural que existam acidentes com ciclistas com menos capacidade de equilíbrio, ou simplesmente com pessoas que estejam na paragem e façam algum movimento brusco, não reparando no ciclista.

Sugestão: aumentar o passeio (os autocarros teriam de parar na faixa de rodagem).

IMG 1129



Mais frente reparei que foram retirados os abrigos das paragens, o que dá entender que de facto vão alargar o passeio naquele sítio.

IMG 1130



Cruzamento com a saída do Hospital Júlio de Matos. Este é um ponto negro que tem de ser tratado! É uma zona bastante perigosa porque os carros saem do hospital a uma velocidade relativamente alta e só olham em frente. Dentro do HJM não existe qualquer sinal de stop ou de cedência de passagem, é sempre a andar.

Sugestão: pôr lombas e sinais de STOP na saída do hospital, para os carros. Pôr sinais de stop pintados na ciclovia.

Outra sugestão (aplicável em toda(s) a(s) ciclovia(s)): nesta fotografia vemos o sinal de obrigatoriedade de utilização da ciclovia. Era bom se se retirasse esse sinal de maneira a que legalmente os ciclistas não fiquem obrigados a utilizá-las.

IMG 1132




Cruzamento com a R. das Murtas. Em todos os cruzamento com outras ruas o ciclista tem sempre de parar e atravessar a pé. Este cruzamento tem algum perigo porque mesmo quando está verde para os peões os carros passam à mesma (fica amarelo intermitente para os carros). É particularmente perigoso com os carros que vêm no mesmo sentido que o peão (como se vê na foto) e que viram à esquerda para cortar para a R. das Murtas.

IMG 1134




Cruzamento com o LNEC. Este é pior ponto negro desta ciclovia! Na minha opinião é uma perigosa ratoeira que levará a acidentes muito graves se nada for feito. A situação é análoga à do hospital, mas pior. Aqui os carros saem (e entram) mais depressa porque é uma entrada larga. Não existe qualquer sinal de stop no lado do LNEC. Estive ali parado durante 2 ou 3 minutos a filmar, vejam aqui o que gravei:

http://www.youtube.com/watch?v=U6HQG5-57GI

Quando vai a andar, o ciclista é naturalmente tentado a prosseguir a sua marcha sem parar (depois de ter sido obrigado a parar nos cruzamentos/conflitos anteriores). Facilmente se vê que aqui vão dar-se acidentes.

Sugestão: lombas e sinal de stop dentro do LNEC, para quem sai, e lombas do lado fora, para quem entra; pôr sinais de stop na ciclovia. Ou melhor ainda, fazer a continuação da ciclovia/passeio, como no exemplo que se vê aqui: http://menos1carro.blogs.sapo.pt/206322.html

IMG 1139




Paragem de autocarro do LNEC: situação análoga à paragem do HJM.

IMG 1143



Conflito com uma saída do LNEC. Temos um pilarete colocado no meio do passeio sem necessidade, pode levar a acidentes. Esta saída do LNEC não parece estar a ser usada dado que no interior vemos carros estacionados em frente ao portão.

IMG 1144




Neste ponto (cruzamento com R. Jorge Colaço) a ciclovia termina e o ciclista é obrigado a sair da bicicleta para passar para o outro lado da avenida. Não é desta maneira que se convence as pessoas a usar a bicicleta...

IMG 1145




Já do outro lado, automóveis estacionados + pilarete nas saídas/entradas da ciclovia, nada de novo...

IMG 1148




Aqui é o inicio do parque de Alvalade. Daqui até à rotunda do Relógio é sempre a andar. É a parte da ciclovia que aplaudo e onde reconheço vantagens. É uma zona onde já não se encontram semáforos pelo que é normal ver-se aqui carros a 80km/h. Além disso é uma parte que tem algum declive pelo que quem vem da rotunda do Relógio para o Campo Grande tem nesta porção de ciclovia uma alternativa muito mais confortável. Nesta parte acho que o facto de o passeio ter sido roubado é um mal menor porque aqui já não existe nenhuma habitação ou comércio, e não se vê ninguém a andar (ao contrário do que acontece no resto da avenida).

IMG 1150



Resumo: até à Rua Jorge Colaço acho que é uma ciclovia mal feita pelas razões descritas e que deixa todos descontentes (excepto os automobilistas que vêm os seus "direitos" intactos). Os vários conflitos apontados são perigosos, em particular as saídas com o hospital e o LNEC. O facto de ter sido retirado espaço ao passeio para se construir a ciclovia é de censurar, dado que é uma avenida de comércio e habitação com muitas pessoas a circular (até à R. Alferes Malheiro). Note-se que a Av. Brasil tem duas vias para cada lado e em algumas partes vemos carros a 80km/h. Teria sido melhor se se tivesse construido na faixa de rodagem uma via para bicicletas em cada sentido (com algum tipo de separador), encurtando o espaço das vias usadas pelos automóveis. Esta solução funcionaria como acalmia de tráfego automóvel por lado, e ao mesmo tempo não deixava de encorajar as pessoas a usar a bicicleta. Da maneira que foi feita, esta ciclovia é mais virada para actividades de lazer e passeios de fim-de-semana do que para alguém que veja realmente a bicicleta como um meio de transporte capaz de competir com o automóvel.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.